Essai de Résistance

quarta-feira, fevereiro 07, 2007

sai a vida e entra a vodka na garganta...Não é bem assim!!

Ano novo de joelhos na lama... vida vivida de um tempo de loucuras expressas em um tempo em que uma foto não foi fotografada.... viagens de um povo perdido entre músicas e pessoas achadas em suas sensações. E de repente perdidas, ou ao menos não passadas em lembranças não relembradas a pessoas alheias. No escuro invisível de nossas mentes guardadas, nossa tristeza escondida. E continuamos a viver num meio nada democrata e totalmente hipócrita. Compartilhamos com influências possíveis mas nada compatíveis.
Dias se passam, esperança se apaga, corremos da realidade, mas no final há de incararmos como um passo a diante, pedindo para que não nos ocorresse mais nada. Ao invéz disso, mais barreiras ou como queiramos chamar, desabam, e nós? Nós de primeira tentamos nos entregar, a total, mas nos levantamos e seguimos com a ordem da vida....
É tudo muito injusto, quando achamos que respiramos puro, na verdade há um mal a nos esperar. Pode parecer crucial, ou talvez radical demais, mas é a pura realidade do mundo hipócrita que vivemos.
À todos, pode parecer loucura, mas apenas uma mente sã, de uma menina moleka que luta por esperança e fidelidade.

2 Comments:

Blogger ihihnck said...

hello,I recommend to you the best browser in history,I really loved it,I hope you may want to download and try. thank you.

8:04 PM  
Anonymous Má(marineti amiga POIAAA) said...

A inspiração veio e ao léu cochilei.
Bom menina moleka a inspiração sempre vem quando trasborda a vontade de se expressar.Pode faltar compreenção alheia,mas o importante é a sua.
compreendi.
O mundo é uma esquina com um moinho.

9:42 PM  

Postar um comentário

<< Home