Essai de Résistance

segunda-feira, julho 07, 2008

Faz mais de um ano. Escolhi este texto para recomeçar, porque é disto que se trata.



A águia é a ave que possui maior longevidade da espécie. Chega a viver setenta anos. Mas para chegar a essa idade, aos quarenta anos ela tem que tomar uma séria e difícil decisão.
Aos quarenta, ela está com as unhas compridas e flexíveis , não consegue mais agarrar suas pressas das quais se alimenta. O bico alongado e pontiagudo se curva. Apontando contra o peito estão as penas, e voar já é tão difícil! Então a águia só tem duas alternativas: Morrer ou enfrentar um dolorido processo de renovação que irá durar cento e cinqüenta dias. Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e se recolher em um ninho próximo a um paredão onde ela não necessite voar. Então, após encontrar esse lugar, a águia começa a bater com o bico em uma parede até conseguir arrancá-lo . Após arrancá-lo, espera nascer um novo bico, com o qual vai depois arrancar suas unhas. Quando as novas unhas começam a nascer, ela passa a arrancar as velhas penas. E só cinco meses depois sai o formoso vôo de renovação e para viver então mais trinta anos.
Em nossa vida, muitas vezes, temos de nos resguardar por algum tempo e começar um processo de renovação. Para que continuemos a voar um vôo de vitória, devemos nos desprender de lembranças, costumes, velhos hábitos que nos causam dor. Somente livres do peso do passado, poderemos aproveitar o resultado valioso que a renovação sempre nos traz.

(autor desconhecido)

4 Comments:

Blogger qquel said...

Este comentário foi removido pelo autor.

8:06 PM  
Blogger qquel said...

Ótimo texto para iniciar as minhas visitas por aqui...Também tenho estado que nem a ave; lutando contra si mesma para a sua autorenovação. E é próspero o momento. Bastante necessitado, inclusive por mim. Acho que todos buscamos algo do tipo - numa constância que nem o tempo consegue designar direito..

Muito bom!! As duas últimas orações engrenaram a minha reflexão sobre esse momento em que tenho passado. É, passado deve ficar, real e definitivamente, com o pretérito.

Beijos, iô!
Virei mais vezes por aqui...Pq esse da descarga, também, eim..Terrivelmente valioso

8:10 PM  
Blogger fran.venancio said...

Muito interessante a natureza animal!...Eles sacam tudo na horinha certa!...Como sou um animal, mas racional, estava ficando um pouco deprimido com o fato de estar quase sex(sexagenário).Mas eu acho que vou dar uma de águia!...Me livrar do velho bico, trocar as velhas garras e deixar de ter pena de mim mesmo.Obrigado pela mensagem.Beijão

4:52 PM  
Blogger fran.venancio said...

Este comentário foi removido pelo autor.

4:52 PM  

Postar um comentário

<< Home